Sobre

O Instituto Ricardo Brennand é um espaço cultural sem fins lucrativos inaugurado em 2002, que salvaguarda um valioso acervo artístico e histórico originário da coleção particular do industrial pernambucano Ricardo Coimbra de Almeida Brennand.

Tem como missão a preservação, a difusão e o acesso à cultura e herança material e imaterial, visando a promoção do capital humano e cultural.

Localizado nas terras do antigo engenho São João, no bairro da Várzea, ocupa uma área de 77.603 m² cercada por uma reserva de mata atlântica preservada.

Possui uma das mais modernas instalações museológicas do Brasil, abrangendo um complexo de edificações constituído pelo Museu Castelo São João (museu de armas brancas), Pinacoteca, Biblioteca, Auditório, Jardins das Esculturas e uma Galeria para exposições temporárias e eventos.

  • capela2
  • castelo-lado
  • portal-dia
  • pinacoteca-frente
  • coretinho-do-lago
Ricardo Brennand

"Quando Deus quer, o homem sonha, a obra nasce."

Ricardo Brennand

"Quando Deus quer, o homem sonha, a obra nasce."

Ainda criança, ganhei um canivete do meu pai. O que seria um brinquedo para qualquer menino de minha idade veio a despertar em mim uma vocação de colecionador.

Ao longo de minha vida, por mais de meio século reuni, de forma apaixonada, os mais diferentes exemplares de armas brancas, produzidos por exímios artesãos, todos ligados diretamente à história do Ocidente e do Oriente.

Com o passar dos anos resolvi repartir a contemplação e a vivência deste acervo com a gente do meu Pernambuco e para isso foi criado, sem fins lucrativos, em 2001, o Instituto Ricardo Brennand, como um complexo arquitetônico onde encontram-se guardados antigos sonhos do menino de ontem que conseguiu reunir este notável acervo de peças artísticas.

Na minha vida, meu sucesso como empresário foi, em grande parte, fruto do apoio que sempre recebi da minha gente, dos meus colaboradores e da permanente companhia do meu Pai Antônio e do Tio Ricardo. Além de Graça, mulher dedicada, que me deu oito filhos, companheiros do dia-a-dia, solidários com meus sonhos e que serão meus sucessores e responsáveis pela manutenção e conservação deste Patrimônio Cultural de Estudos Brasileiros.

Assim, para resgatar parte do que de todos recebi, com desapego pelas coisas materiais e coragem indispensável para enfrentar os desafios, pude ver o nascimento desta obra, ao fincar, aqui, em São João da Várzea, as bases do Instituto Ricardo Brennand em homenagem ao meu Tio.

Mapa do IRB

Veja o mapa do IRB

Criado por Ricardo Brennand para abrigar a coleção de armas brancas, armaduras e obras de arte das mais diferentes procedências e épocas que vem reunindo ao longo de sua vida, o Museu de Armas Castelo São João tornou-se uma das mais importantes coleções particulares do mundo.

Visita-lo é mergulhar na alma do colecionador, um verdadeiro convite a viajar no tempo e conhecer diversas referências medievais.

São mais de 3 mil peças. Dentre facas, espadas, adagas, canivetes, estiletes e armaduras o visitante também encontrará pinturas orientalistas e uma grande variedade de arte decorativa. Também no Castelo encontramos preciosos exemplares de vitrais e mobiliários góticos que se misturam com esculturas clássicas, candelabros, tapetes e pinturas, integrando o complexo cultural do Instituto Ricardo Brennand.

Destacam-se na coleção do museu de armas o conjunto de Armaduras Maximiliana de Campo para cavalo e cavaleiro, datada por volta de 1515, a espada pistola alemã de 1590, as espadas que pertenceram ao Rei Faruk do Egito, o conjunto de Fuzis pertencentes a Dom Pedro I e Dom Pedro II e as pinturas de Blaise-Alexandre Desgoffe e William Adolph Buguereau.

  • museu-2
  • museu-6
  • museu-1
  • museu-4
  • museu-3
  • museu-5

O Instituto Ricardo Brennand coloca Pernambuco no roteiro das grandes exposições Nacionais e Internacionais e dispõe de uma das mais modernas pinacotecas do Brasil, com equipamentos de alta tecnologia para preservação, com controle de umidade, temperatura, luminosidade e segurança. Inaugurada em setembro de 2002 com a exposição "Albert Eckhout Volta ao Brasil (1644 – 2002)", atualmente a Pinacoteca apresenta as exposições do acervo, de longa duração: "Frans Post e o Brasil Holandês", "O Oitocentos Brasileiro", “Coleção Janete Costa e Acácio Gil Borsoi” e "O Julgamento de Nicolas Fouquet".


Além do salão expositivo, conta com espaços do foyer, auditório com capacidade para 100 pessoas, banheiros, reserva técnica, loja, cafeteria, biblioteca e sala do conselho (reservada para eventos).

  • pinacoteca-4
  • pinacoteca-5
  • pinacoteca-1
  • pinacoteca-2
  • pinacoteca-3
  • pinacoteca-6

Com uma área de 992 m² a Galeria foi inaugurada em 2011 para integrar o conjunto arquitetônico do Instituto Ricardo Brennand, composto também pelo Castelo São João e Pinacoteca.

Destinada a receber mostras itinerantes, além de eventos sociais e corporativos, guarda no seu interior, esculturas em mármore representando as quatro estações e uma réplica de “O Pensador”, obra máxima de Auguste Rodin, fundida em bronze patinado autenticada pela Casa Rodin de Paris com a marca 8/25.

No período entre exposições a galeria apresenta um panorama de artistas pernambucanos como Francisco Brennand, Tereza Costa Rêgo, José Cláudio, Ismael Caldas, Reynaldo Fonseca e Aloísio Magalhães, que fazem parte do nosso acervo de pintura.

  • galeria-3
  • galeria-1
  • galeria-5
  • galeria-2
  • galeria-4

Especializada em arte, história e arquitetura, a Biblioteca José Antônio Gonsalves de Mello, do Instituto Ricardo Brennand detém um enfoque na história colonial brasileira, com destaque para o período referente ao Brasil holandês. Com incursões pela filosofia, antropologia, sociologia, história do açúcar e pelas artes como pintura, escultura, tapeçaria, teatro e dança, o acervo inclui também literatura brasileira e mundial.

Dentre suas preciosidades bibliográficas estão duas obras aquareladas: o Rerum per Octennium in Brasiliae, de Gaspar Van Baerle e Historia Naturalis Brasiliae, de Willem Piso e George Marcgrave, edições patrocinadas pelo conde João Maurício de Nassau e impressas por Elzevier, respectivamente nos anos de 1647 e 1648.

Sobre a produção musical brasileira, destacam-se partituras em dois fundos documentais de pernambucanos, o do compositor Euclides de Aquino Fonseca (1854-1929) e o do musicólogo Padre Jaime Cavalcanti Diniz (1924-1989).

De forma acessível também pela digitalização, faz parte do acervo da biblioteca coleções iconográficas de mapas, gravuras e postais.

Preserva-se assim no Instituto Ricardo Brennand, Pernambuco, todo esse imensurável patrimônio bibliográfico da maior importância para os estudos brasileiros.

Agende sua pesquisa pelo e-mail biblioteca@institutoricardobrennand.org.br ou pelo telefone: +55(81) 2121-0367
Atendimento ao pesquisador: Terça a Sábado, das 13:00 às 17:00 h.

  • biblioteca-5
  • biblioteca-1
  • biblioteca-6
  • biblioteca-3
  • biblioteca-2

A Capela de Nossa Senhora das Graças, parte integrante do conjunto arquitetônico do Instituto Ricardo Brennand e localizada em terras da antiga Usina São João da Várzea, possui estilo gótico com projeto de Augusto Reinaldo Alves Filho.

O novo templo dispõe de 600 m² e 21 metros de altura, podendo receber até 300 pessoas sentadas.

No altar principal, está suspensa uma imagem em tamanho natural de Jesus Cristo, assinada por Elias Sultanum. A nova construção conta ainda com rosáceas de Sérgio Mantur, elementos fundamentais usados em catedrais durante o período gótico, que transmitem, através da luz e da cor, o contato com a espiritualidade. Catorze anjos, de autoria de Ricardo Cavani Rosas, vitrais assinados por Suely Cisneiros Muniz e iluminação de Regina Coeli de Barros e Mohana Barros, completam a beleza arquitetônica do local.

As missas são realizada na capela Nossa Senhora das Graças, sempre no
primeiro e terceiro domingo de cada mês, das 12h às 13h.

  • capela-4
  • capela-2
  • capela-1
  • capela-6
  • capela-5
  • capela-3

Agora você tem novos motivos para mudar os ares e conhecer um novo olhar sobre a culinária brasileira. Com um cardápio regional gourmet, assinado pela chef Marie França, o Restaurante Castelus convida você para apreciar pratos criativos e cheios de sabor, feitos com muito bom gosto, em um espaço único, dentro do Instituto Ricardo Brennand. Esperamos por você.

Informações e reservas: 3465.9922 | 99434.6300

Horário de funcionamento: terça a domingo, das 12h às 17h.

  • restaurante-1
  • restaurante2
  • restaurante4
  • restaurante3
  • restaurante5

Horários e Ingressos

Bilheteria (+55 81 2121.0334)
Funcionamos de terça a domingo, das 13h às 17h.
Última entrada às 16h30.
Os espaços expositivos fecham pontualmente às 17h30.

Saiba mais

Agende sua visita

Faça-nos uma visita. Para agendamento e informações, é só ligar +55 81 2121.0352 e 2121.0365.

Saiba mais

Como chegar

Para ter acesso ao HERE Maps, com a indicação de como chegar ao Instituto Ricardo Brennand, é só clicar no botão abaixo.

Saiba mais